faculdade de moda é pra você?

f

assim como a maioria das pessoas que eu conheço, no primeiro ano do ensino médio a pergunta que não calava era “e aí, o que você vai fazer de faculdade?”. eu nunca tive muita certeza, mas dei como resposta moda pela primeira vez no 9º ano do ensino fundamental. lembro que na época meu professor disse que eu ia mudar de ideia e hoje acho que ele tinha razão.

persisti na ideia durante os 3 anos seguintes e quando cheguei no fim do ensino médio, comecei a levar aquela resposta a sério e procurar por faculdades e quais possibilidades eu tinha dentro do mercado. minha maior vontade na época era trabalhar com produção, e isso foi o que segmentou a escolha da minha faculdade. isso e a grana, lógico. aqui em são paulo tem algumas boas faculdades de moda e todas elas são bem caras, com exceção de têxtil e moda na usp, que é gratuita.

uma das minhas maiores dúvidas sempre foi se eu iria querer fazer aquilo pra sempre, porque não entendia muito o que fazia uma pessoa depois de formada em moda, então considerei fazer um curso de formação na escola panamericana. olhando pra trás, acho que teria sido a escolha mais acertada pra mim, porque a mensalidade era a mesma de uma faculdade convencional, só que por 2 anos a menos. isso teria feito muita diferença na minha saúde mental e acredito que teria me aberto mais portas também.

além disso, a escolha da faculdade depende muito do que você quer seguir como carreira. estudei na anhembi morumbi e no curso de design de moda, especificamente, eles te preparam pra projeto, criação de produtos e um pouco de estilismo. não é exatamente o curso mais artístico dentre os que estão disponíveis, mas tem um embasamento teórico excelente. pelo que conheço, na belas artes e santa marcelina a graduação é voltada mais pra criação de coleção com uma pegada mais mão na massa. ainda na anhembi, existe o curso de negócios da moda que é mais voltado pra – como diz o nome – negócios, marketing, mercado etc. se você tem interesse numa carreira corporativa talvez seja mais sua cara.

uma coisa que eu bato na tecla depois que saí da faculdade é que, deveria ter alternado todo aquele tempo e dinheiro em outros cursos das mais diversas áreas. na época eu tinha em mente o pensamento baby boomer do valor e necessidade do diploma – que é excelente, não me entendam mal, mas que me limitou muito. acho que se eu tivesse me dedicado a cursos mais específicos, teria tanto ou mais conhecimento do que a faculdade me deu. a coisa dos cursos é que você pode conhecer a fundo diversos assuntos e se profissionalizar neles, em vários, inclusive. enquanto a faculdade te dá uma abrangência geral, mas te deixa raso em tudo e eu nunca amei muito essa ideia. desde que saí da faculdade *eu* senti que meu diploma não fez muita diferença.

na hora de decidir se você quer mesmo fazer uma faculdade de moda, saiba que: o mercado está saturado de profissionais e extremamente sucateado. se você tiver coragem e força de vontade pra ser mal pago, mal tratado ou ainda, tiver coragem e força de vontade de empreender, vá. se você quiser alguma coisa mais garantida e certeira, o mercado não te oferece muita estabilidade.

se eu fosse voltar a 7 anos atrás e escolher o que fazer depois de acabar o ensino médio, provavelmente faria o que falei aqui. um curso de 2 anos na panamericana e depois outros focados em áreas e segmentos específicos que eu tenho interesse. selecionei alguns cursos de conteúdo interessante e que eu faria – naquela época e hoje. alguns são online inclusive, o que te permite te fazer de qualquer lugar do brasil.

espero que seja útil pra vocês de alguma maneira e que facilite as escolhas 🙂

sobre o autor

Júlia Duarte

comentar